Conexão em Brasília: visitando a Praça dos Três Poderes

Quando comecei a procurar passagem aérea para São Luís do Maranhão em direção aos Lençóis Maranhenses, encontrei uma promoção irresistível, mas com uma longa conexão, de 5 horas, em Brasília. Como o preço estava ótimo e eu sempre tive vontade de conhecer a capital federal, comprei e embarquei nessa viagem.

voando-latam-na-duvida-embarque-small

Ao invés de ficar sentada no aeroporto esperando o tempo passar, aproveitei para fazer um tour até a Praça dos Três Poderes e ver de perto instituições com as quais convivi por anos, através de meu trabalho, e que, nos últimos meses, têm sido palco de grandes repercussões políticas.

No caminho de vinte minutos até lá, é possível observar a genialidade do Plano Piloto do urbanista Lucio Costa, que projetou a cidade para que não tivesse cruzamentos. Genial! Apesar do nome, o Plano Piloto teria sido desenhado em formato de cruz (e não de avião), tendo o Eixo Monumental (no sentido leste-oeste) e o Eixo Rodoviário (ou “Eixão”), no sentido norte-sul, como principais diretrizes. Não à toa, Brasília está no seleto grupo (de apenas 20 no Brasil inteiro) de Patrimônios da UNESCO.

A Praça dos Três Poderes é um dos pontos turísticos mais visitados de Brasília, sendo uma enorme praça cheia de simbolismo e representatividade.

Lá estão o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional (que justificam o nome da praça), o Mastro da Bandeira Nacional, além de esculturas e outros monumentos, como o Marco Brasília, que lembra a declaração da cidade como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

praca-dos-tres-poderes-_blog-na-duvida-embarque-small

“Deste Planalto Central, desta solidão que em breve se transformará em cérebro das altas decisões nacionais, lanço os olhos mais uma vez sobre o amanhã do meu país e antevejo esta alvorada com fé inquebrantável e uma confiança sem limites no seu grande destino” (Jucelino Kubitschek). No próximo dia 02 de outubro essa frase fará 60 anos!  

Como os prédios da Praça foram projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer, acabam tendo vários elementos de semelhança, mas cada um se destaca por um detalhe arquitetônico e, principalmente, pelas leis, decisões e julgamentos que emanam de seu interior.

Palácio do Planalto

Sede do Poder Executivo da União, é para cá que todos os olhos estão sempre voltados, à espera das decisões que dêem um rumo cada vez melhor ao Brasil. Não é aqui que mora o Presidente da República— a residência oficial é o Palácio da Alvorada—, mas é aqui que ele despacha todos os dias. Todo em mármore branco, o Palácio chama atenção pela rampa descentralizada e o parlatório, ambos usados em ocasiões especiais, como muitas que estão nas nossas memórias, principalmente as cerimônias de posse.

Devido ao reboliço político do país nos últimos meses, provisoriamente a visita ao Palácio do Planalto está suspensa. O roteiro gratuito que acontece sempre aos domingos, das 9 às 14 horas, passa pelo Salão Nobre, Salões Oeste e Leste, Gabinete Presidencial, Sala de Reunião e Sala de Audiência, sendo possível inclusive apreciar as obras de arte em seu interior. Para mais informações, consulte o site oficial.

Palácio do Planalto Brasília Na dúvida, embarque (1) (Small)

Supremo Tribunal Federal

Sede do Poder Judiciário, o Supremo Tribunal Federal pode ser visitado gratuitamente, mas apenas mediante prévio agendamento. O roteiro pelo interior do STF dura em torno de 50 minutos. Por fora, as colunas são muito parecidas com as do Planalto. Seu interior é repleto de obras de arte, móveis, documentos e objetos pessoais de ex-ministros, assim como uma exposição sobre a história das leis e das Constituições do País. Muito interessante para quem gosta de História ou é da área jurídica.

É o STF que tem decidido os casos mais relevantes da vida política do país, já os assuntos são cada vez mais judicializados. Impeachment, Mensalão, Lava Jato e por aí vai…

Também é possível assistir a uma sessão de julgamento, às quartas e quintas-feiras, às 14 horas. Para mais informações, acesse o site oficial.

STF Supremo Tribunal Federal_ blog Na dúvida embarque (Small)

Congresso Nacional

Sede do Poder Legislativo, é do Congresso que emanam as leis que regem o país.

A cúpula côncava representa o Senado (à esquerda) e a convexa a Câmara dos Deputados (à direita), sendo provavelmente a construção mais conhecida da Praça dos Três Poderes.

A visita guiada ao Congresso Nacional dura aproximadamente 1 hora e o visitante passa pelo Salão Negro, Salões Nobres, Plenários, Salões Azul e Verde, Túnel do Tempo, entre outros locais. A visita acontece diariamente das 9 às 17:30 e é recomendável fazer um agendamento prévio. Para mais informações e agendamento, acesse o site oficial.

Congresso Nacional Brasília_blog Na dúvida embarque (1) (Small)

Congresso Nacional Brasília _blog Na dúvida, embarque (2) (Small)

Congresso Nacional Brasília _blog Na dúvida, embarque (1) (Small)

Para visitar as sedes dos Três Poderes, é preciso trajar roupas formais (nada de shorts, bermudas, camisetas e chinelos).

Esplanada dos Ministérios

Além das sedes dos Três Poderes, há ainda a Esplanada dos Ministérios, composta por 17 prédios de 10 andares, sendo neles instalados os Ministérios do Governo Federal. Como o próprio nome diz, é um enorme terreno localizado em frente ao Congresso Nacional.

Como os prédios ficam distantes uns dos outros, não andamos por todos os Ministérios. Só passamos perto do Ministério da Saúde (o prédio maior), e ali pertinho, o Palácio do Itamaraty, a sede do Ministério das Relações Exteriores.

Curiosamente, apenas o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Justiça possuem construções diferentes dos demais órgãos, provavelmente em razão de sua importância política.

Ministério da Saúde Brasília _ blog na dúvida embarque (Small)

Palácio do Itamaraty Brasília _ blog Na dúvida, embarque (Small)

Brasília _ blog Na dúvida embarque (2) (Small)

Do aeroporto até a Praça dos Três Poderes, levamos uns vinte minutos e o valor de cada corrida de Uber ficou em aproximadamente R$ 25,00. Na volta, pegamos o horário do rush e demorou o dobro do tempo para chegar, por conta do trânsito intenso.

Claro que essa visita rápida só me deixou com mais vontade de voltar para conhecer com calma essa cidade tão especial, que se assemelha com a cidade onde moro no quesito Niemeyer. Enquanto Brasília é a cidade com mais obras do famoso arquiteto, Niterói é segunda do país, incluindo o icônico e internacional MAC – Museu de Arte Contemporânea.

Amantes da arquitetura, jornalistas, políticos, advogados e a sociedade como um todo estão sempre prestando atenção nessa cidade que é o coração — e, literalmente, o centro de equilíbrio — do País, e de onde espero que saiam as mais lindas e sinceras decisões para transformar o Brasil em um país melhor, o que certamente tornará Brasília uma cidade cada vez mais importante e fascinante. Afinal, como sempre digo: não quero outro país, quero outro Brasil!

Quem não tiver uma conexão tão longa como a minha pode, pelo menos, aproveitar a estrutura do aeroporto que, apesar de pequeno, possui bons serviços, lojas, restaurantes e lanchonetes.

aeroporto Brasília _ blog Na dúvida, embarque (2) (Small)

aeroporto Brasília _ blog Na dúvida, embarque (1) (Small)

aeroporto Brasília _ blog Na dúvida, embarque (3) (Small)

aeroporto Brasília _ blog Na dúvida, embarque (4) (Small)

2 comments on “Conexão em Brasília: visitando a Praça dos Três Poderes

  1. Farei uma conexão em Brasília amanha.
    Chegarei por volta das 10h da manhã.
    Terei 2h até meu próximo vôo que sai exatamente ao meio dia.
    Vc acha que consigo pegar um Uber e ir rapidinho sem riscos até a catedral metropolitana tirar uma foto e voltar?

    • Olá Marcio. Espero que ainda esteja em tempo de responder. Com apenas 2 horas entre um vôo e outro acho arriscado você sair do aeroporto. até porque o vôo sai ao meio dia, mas o embarque começa pelo menos 40 minutos antes. Melhor deixar pra visitar Brasília com calma, em outra ocasião. Bom vôo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *