Laguna Cejar e Ojos del Salar – Deserto do Atacama

Depois de uma manhã fria nos Geisers del Tatio onde aprendemos sobre mais um tipo de atividade vulcânica (as fontes de água termal), na parte da tarde a temperatura já estava bem melhor e fizemos o passeio para a Laguna Cejar, os Ojos del Salar e a Laguna Tebinquinche.

Se a coragem para cair na piscina termal não veio na parte da manhã, por causado frio, à tarde a vontade veio com força total pois o sol estava implacável e o calor chegava a quase 30ºC.

Esse passeio (e o Valle de la Luna) são ideais para fazer nos primeiros dias. Por causa da baixa altitude (apenas 2.300 metros) a aclimatação é melhor… A gente sempre acha que não vai sentir nada, mas sente…

Laguna Cejar

Já imaginou mergulhar em um lugar onde você não afunda? Na Laguna Cejar a concentração de sal é tão alta que mesmo que você se esforce não consegue afundar de jeito nenhum. Formada pelo degelo das montanhas e pela presença de lençóis subterrâneos, a Laguna Cejar é a mais salgada das lagoas do Atacama e, sem dúvida, vale muito a experiência!

Se não fosse aqui, teria que ir ao Mar Morto para saber como é a sensação.

A área do parque é muito bem conservada e tem uma vegetação bem diferente das demais. Havia também uma lagoa protegida, onde os turistas não podem se banhar nem passar da área delimitada.

Laguna Cejar Deserto do Atacama

Como o passeio é à tarde, quando faz bastante calor, é fácil entrar e sair da água. Mas vá preparado para a logística de trocar de roupa, entrar na lagoa, tomar uma ducha para tirar o sal do corpo e colocar a roupa de novo para seguir para os Ojos del Salar e para a Lagoa Tebinquinche.

Por causa dessa logística não tão simples, um casal de brasileiros acabou perdendo a GoPro deles…

Devido a alta concentração de sal é preciso ter cuidado para a água não cair na boca (gosto ruim), nos olhos (arde muito) e no cabelo (pra não ressecar).

Em algumas épocas do ano é possível ver flamingos, que se alimentam de uma alga que existe nessas lagoas. Mas em abril já estão migrando para outros lugares. E, sinceramente, com a quantidade de turistas por aqui, acho que seria impossível ver algum flamingo.

Ojos del Salar

Mais uma formação geológica interessante — dentre tantas do Atacama — os Ojos del Salar são como dois olhos, bem simétricos, que surgiram com a “queda” do chão, revelando a água do lençol freático.

Bem menos salgada do que a Laguna Cejar, é possível mergulhar aqui também, mas sem a conveniência de boiar. E aqui a profundidade é bem maior.

Paramos para tirar fotos e observar o local, que é lindo e faz parte de uma reserva indígena. Isso porque a maioria já tinha mergulhado na Laguna Cejar, onde tem toda uma estrutura de banheiros e vestiários.

Laguna Tebinquinche

O nível das águas da Lagoa Tebinquinche dependem do degelo das montanhas e das chuvas, que são raras por aqui. E quem gosta dessa região são os flamingos, que vivem nessa lagoa em algumas épocas do ano.

Esse é outro lugar maravilhoso para terminar o dia, com um pôr-do-sol que vai mudando as cores da lagoa, do céu, das montanhas…  Nessa área também existe uma trilha delimitada por onde podemos andar. Assim, apreciamos a paisagem mas sem destruir a natureza —fundamental em lugar que recebe tantos turistas como o Atacama.

À tarde venta na região, mas conseguimos chegar antes do vento e a tempo de tirar fotos do espelho d’água.

Quando o sol se pôs começou a ventar e a temperatura caiu, mas a Ayllu Atacama já tinha preparado um coquetel super caprichado com vários quitutes deliciosos, vinho e pisco sour para aquecer a galera! 😉

Engraçado que algumas pessoas perguntam se todos os passeios valem a pena mesmo. E a resposta é sempre SIM! Definitivamente! Todos os passeios têm algo diferente em relação ao anterior e, a todo o momento, somos surpreendidos por novas paisagens, nova fauna e nova flora. Incrível como um deserto pode ser tão rico! 

Mais passeios no Deserto do Atacama

SALAR DE TARA

GEISERS DEL TATIO

PIEDRAS ROJAS E LAGUNAS ALTIPLANICAS

VALLE DE LA LUNA E VALLE DE LA MUERTE

Outras dicas e informações

Se você está indo para o Deserto do Atacama não deixe de conferir esse GUIA COMPLETO com todas as informações necessárias para sua viagem. Dicas e informações de quando ir, onde ficar, que passeios fazer, o que levar na mala, e quanto custa viajar para o Chile.

Valor do tour na agência Ayllu Atacama: CLP 55.000 (coquetel incluído)

Valor da entrada no parque: CLP 15.000 (essa é a entrada mais cara pois existe uma infra-estrutura maior com banheiros e chuveiros).

Não esqueça de levar: biquíni, protetor solar, chinelo, toalha, óculos de sol, casaco para o final do dia e água.

Aclimatação: fiquei 24 horas em San Pedro de Atacama me aclimatando à altitude, antes de começar os passeios. Quando realizei o passeio aos Geisers del Tatio, senti cansaço e enjoo, depois de tomar o café da manhã.

Claro que cada organismo é um, mas procure descansar bastante e se dê um dia para não fazer nada. Procure não consumir bebida alcoólica ou comer muito.

* O blog Na Dúvida, Embarque teve apoio da agência Ayllu Atacama e expressa aqui a verdadeira experiência vivida durante a viagem ao Deserto do Atacama, em abril de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *