Munique muito além da Oktoberfest

Capital da Baviera e terceira maior cidade alemã, Munique foi destruída na Segunda Guerra Mundial e reconstruída para ser o melhor exemplo da Alemanha: organização, ruas limpíssimas, sistema de transporte altamente eficiente, boa comida e ótimas cervejas.

Além disso, a hospitalidade é outro ponto forte, com a maioria da população falando muito bem o inglês, o que torna a viagem para nós, brasileiros, mais fácil. Aliás, a Baviera é considerada uma das melhores regiões da Alemanha, não apenas pelo clima mais ameno, como também por possuir uma população mais simpática e receptiva em relação ao restante do país.

A cidade é linda, muito florida e tem uma arquitetura bem característica, além de alguns leões de bronze e outros colocados pela Prefeitura para enfeitar a cidade e divertir os turistas. Os leões são um símbolo de Munique há vários séculos.

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (3) (Small)

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (1) (Small)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

leão símbolo de munique Na dúvida, embarque (1) (Small)

leão símbolo de munique Na dúvida, embarque (2) (Small)

Claro que uma cidade como Munique tem muito a oferecer, mas acaba sendo difícil falar sobre ela sem falar da Oktoberfest, a maior festa folclórica da Alemanha e a maior festa da cerveja no mundo! Se estiver indo para lá na época do evento vale conferir esse post.

Caso esteja indo para Munique em outro período, não se preocupe: é possível visitar as várias cervejarias da cidade e experimentar todas com calma. Algumas das mais famosas são: Hofbräuhaus (Platzl 9), Augustiner Bräustuben (Landsbergerstr 19), Löwenbräukeller (Nymphenburgerstrasse) e Paulaner (Kapuzinerplatz 5).

cervejarias Munique Na dúvida embarque (2) (Small)

cervejarias Munique Na dúvida embarque (4) (Small)

siga no instagram 2

Principais atrações de Munique:

O ponto central da cidade e bom ponto de partida para descobrir Munique é a Marienplatz, onde estão o prédio da Prefeitura, em estilo neogótico, e o Glockenspiel. Para chegar à praça, pegue o metrô (S1-S8, U3 ou U6) ou então o onibus 52 até Marienplatz.

O Glockenspiel fica numa torre com 85 metros de altura onde 32 bonecos encenam as batalhas e danças sobre a história da cidade. Ao meio-dia, a praça fica cheia de turistas olhando para o alto, à espera da “apresentação”.

marienplatz 2

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (5) (Small)

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (4) (Small)

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (6) (Small)

Não deixe de ver também o Virtualienmarkt (ao redor da Marienplatz), que ocorre desde 1807 e, portanto, um dos mais antigos da capital alemã. Trata-se de uma feira, em que produtores locais oferecem produtos de boa qualidade e fresquinhos como queijos, wursts (salsinha), frutas, geléias, flores e demais iguarias alemãs. Os produtores expõem de segunda a sexta-feira, de 10h às 18h, e aos sábados de 10 às 15h. Pela foto é possível perceber a qualidade da feira e dos produtos e chega até a dar água na boca, não é?!

É realmente uma das atrações mais interessantes de Munique e, por ser localizado no centro histórico, é quase impossível não passar por lá pelo menos uma vez durante a estadia na cidade.

munique alemanha

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (10) (Small)

Munique Munchen Alemanha Na dúvida embarque (9) (Small)

No entorno da Marienplatz estão algumas das igrejas mais importantes da cidade, todas reconstruídas após a Segunda Guerra Mundial. Embora a Alemanha seja o país onde se originou o Protestantismo de Martinho Lutero, as três principais igrejas de Munique são católicas, lindas, e merecem a visita:

1- Na Michaelskirche, construída em 1597 por jesuítas em estilo barroco, se encontra a cripta com os túmulos da realeza da Baviera. Fica na Neuhauserstrasse 52.

2- A Frauenkirche (ou Igreja de Nossa Senhora), na praça de mesmo nome (Frauenplatz 1), é o símbolo da cidade, com suas torres gêmeas erguidas a 98 metros de altura. A primeira construção é de 1271; parte dela foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial. As cúpulas verdes permaneceram intactas, e, reconstruídas em 1525, oferecem uma impressionante vista da cidade. Aqui está sepultado o corpo do Rei Ludwig I.

Além desses importantes fatos históricos, a Frauenkirche é a sede da Arquidiocese de Munique e ganhou destaque no mundo católico quando Joseph Ratzinger, antigo arcebispo de Munique,  tornou-se o Papa Bento XVI.

Michaelskirche Munique Na dúvida embarque (1) (Small) Michaelskirche Munique Na dúvida embarque (2) (Small)

 

Frauenkirche Munique Na dúvida embarque (2) (Small) Frauenkirche Munique Na dúvida embarque (5) (Small)

Frauenkirche Munique Na dúvida embarque (4) (Small)

3- A Peterskirche, construída em 1158, foi incendiada no séc. XIV e bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, tendo sua reconstrução durado 10 anos, entre 1946 e 1956. Sua torre com 306 degraus também oferece uma bela vista da cidade.

Peterskirche Munique Na dúvida, embarque (1) (Small) Peterskirche Munique Na dúvida, embarque (2) (Small)

siga no instagram 2

Não muito longe da Marienplatz fica o Englischer Garten. É considerado o maior parque urbano do mundo, superando até mesmo o Central Park. Para chegar, vá de metrô (U3 ou U6 para Universität), tram: 17 ou ônibus 53 para Nationalmuseum e Haus der Kunst.

Esse parque conta com restaurantes e biergartens onde é possível passar a tarde experimentando as cervejas de Munique. O ideal mesmo seria alugar uma bicicleta para conhecer todo o parque pois ele é enorme… pelo caminho descubra suas atrações: a Casa de Chá Japonesa, onde ocorrem eventos tradicionais regulamente, o templo em estilo grego Monopteros, a Torre Chinesa, completamente destruída na Segunda Guerra Mundial, mas reconstruída para abrigar um restaurante que atrai muita gente! Aliás, durante os jogos da Copa do Mundo de 2006, foram instalados vários telões por todo o parque e a população foi assistir aos jogos, bebendo, claro!

englisher garten munique Na dúvida embarque (2) (Small)

englisher garten munique Na dúvida embarque (1) (Small)

Além de todo o verde, o parque ainda proporciona uma área de nudismo, próximo ao lago, e surf em um dos rios artificiais,o que mais tem atraído o público atualmente. O parque é ideal para descansar um pouco das andanças pela cidade.

englischer garten

Um pouco mais afastado, um dos pontos turísticos mais importantes de Munique são o Nymphenburg Schloss e seu jardim. O castelo foi residência da realeza da Baviera e possui uma arquitetura barroca, com algumas salas em estilo rococó. Para chegar, utilize o tram 17 ou o ônibus 41.

castelo Nymphenburg Schloss Munique Na dúvida embarque (2) (Small)

castelo Nymphenburg Schloss Munique Na dúvida embarque (5) (Small)

castelo Nymphenburg Schloss Munique Na dúvida embarque (6) (Small)

castelo Nymphenburg Schloss Munique Na dúvida embarque (4) (Small)

Munique conta também com vários museus, sendo o mais interessante deles o Deutsches Museum (ou Museu de Ciência e Tecnologia), com um acervo interessantíssimo que contempla a evolução de vários objetos ao longo do tempo, bem como técnicas científicas para  melhoria e desenvolvimento de processos de criação. Para chegar lá, pegue o metrô S1-S8, o tram 17 para Isartor, ou o 18 para Deutsches Museum;

O Residenz Museum foi quase inteiramente destruído na Segunda Guerra Mundial, mas, restaurado em seu estilo original, hoje funciona como museu de decoração de interiores, interessante para os amantes de arquitetura e estilos arquitetônicos, pois ao longo do tempo as mudanças acarretaram a mescla dos estilos barroco, renascentista, rococó. Para chegar use o metrô U3-6 até Odeonplatz, ou o tram 19 para Nationaltheater.

Outros museus de excelência, que infelizmente não consegui visitar:

1-Pinakothek der Modern para interessados em arte. Este museu divide-se em Neue Pinakothek (ou Pinacoteca Nova), Alte Pinakothek (ou Pinacoteca Antiga),e Antikensammlungen (ou Coleção de Antigüidades Gregas e Romanas).

O acervo da Neue Pinakothek conta com 400 pinturas e esculturas do século XIX, expondo obras de Manet, Cezanne e Van Gogh, dentre outros importantes artistas impressionistas. Já a Alte Pinakothek possui um acervo mais antigo, com obras dos séculos XIV a XVIII, consideradas entre as melhores do mundo, assinadas por artistas como Leonardo da Vinci, Rubens, Rembrandt, Rafael…

Fica na Prinzeregenterstrasse e para chegar use o metrô para Leehel.

 2-Glyptothek, construído por ordem do rei Ludwig I  para guardar tudo o que ele “conquistava” em outros lugares (fica na Königsplatz 3). O prédio é uma homenagem à Grécia antiga e possui em seu acervo apenas esculturas — desde as antigas até as muito antigas…— rsrs

3-Stadtmuseum (ou Museu Principal) fica em St. Jakobs Platz 1 de metrô S1-S8 até Marienplatz ou o ônibus 52 ou 56 até Blumenstrass. Esse museu possui um acervo bastante eclético, indo de instrumentos de música a objetos e documentos que contam a história do Partido do Nacional Socialismo (origem do nazismo na Alemanha).

Se estiver com tempo de sombra, visite também a Allianz-Arena, casa do celebrado Bayern, palco da Copa do Mundo de 2006, e que conta com tour guiado. Como fica afastado, só vale mesmo para quem gosta de futebol, estádios e tours guiados.

allianz arena munique

Bate-e-volta a partir de Munique

Duas opções de bate-e-volta para quem está em Munique são: o castelo Neuschwantein e o campo de concentração de Dachau. Sobre Dachau falamos em outro post, mas não podemos deixar de mencionar que Munique foi, infelizmente, por muito tempo, a sede das idéias nazistas e de onde saíram ordens cruéis contra os judeus.

Por sua vez, o Castelo Neuschwanstein fica perto de uma cidadezinha chamada Fussen, a 2:30 hs de trem de Munique. Esse castelo, além de ter uma localização que o destaca na paisagem, ficou internacionalmente famoso por ter servido de inspiração para o Castelo da Cinderela. Sua construção foi iniciada por ordem de Ludwid II, durando 17 anos e sem ter terminado, até sua misteriosa morte.

Museus, jardins, Biergarten, alegria, cordialidade… Depois de tanta história e acontecimentos marcantes, assim é Munique: recanto, descanso, encanto. Um brinde a essa cidade!

0 comments on “Munique muito além da Oktoberfest

1 Pings/Trackbacks for "Munique muito além da Oktoberfest"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *