Por que conhecer o Forte de Copacabana

Uma boa ideia para quem está visitando o Rio de Janeiro ou mora nas proximidades é fazer um passeio até o Forte de Copacabana, seja para conhecer um pouco da história do Brasil, tomar um delicioso café da manhã, ver o pôr-do-sol ou apreciar, de uma perspectiva diferente, a linda vista para um dos mais famosos cartões-postais do Brasil: a praia de Copacabana.

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

No local onde foi construído o Forte, havia a Igrejinha de Nossa Senhora de Copacabana, em cuja homenagem foi batizado o bairro, mas que foi demolida para dar lugar à construção. Após seis anos de construção, o Forte de Copacabana foi inaugurado e ainda preserva a estrutura original, com algumas curiosidades como, por exemplo, possuir os maiores canhões da América do Sul (canhões de 305 mm, de longe alcance) e ter paredes com 12 metros de espessura!

O local também ficou marcado pela importante Revolta dos 18 do Forte, movimento tenentista que então reivindicava o fim das oligarquias no Poder. A tentativa terminou de forma trágica, com a morte dos soldados e de um civil (o único a se debelar), mas é considerado um marco importante para eventos subsequentes que culminaram na Revolução de 1930.

O Forte de Copacabana funcionou como forte de 1914 a 1987, quando o espaço encerrou suas atividades militares e passou a ser uma referência histórica e cultural para a Cidade, tendo sido tombado como Patrimônio Histórico e Cultural pelo IPHAN e declarado como área de proteção ambiental, para preservação do costão rochoso e sua vegetação.

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

Por dentro do Forte de Copacabana

Uma vez lá dentro, você poderá visitar a Fortificação, o Museu Histórico do Exército, a loja de souvenir Vitacura, o Café 18 do Forte e a famosa Confeitaria Colombo, além, é claro, dos mirantes, de onde se tem vistas maravilhosas para o Oceano Atlântico e a praia do Arpoador, de um lado, e para um dos bairros mais famosos da cidade, do outro lado.

O ideal, na minha opinião, é combinar o passeio com um almoço, lanche ou um café-da-manhã em um fim de semana, sentando na parte externa do Café, para apreciar com tranquilidade a vista da orla de Copacabana —com tudo aquilo que a praia proporciona, incluindo os que se aventuram no stand up paddle— ou, até mesmo, um belo pôr-do-sol. O cardápio da Confeitaria Colombo inclui bastantes opções, desde sanduíches até carpaccio, pratos de massas e saladas, sem falar dos doces, que vêm diretamente da centenária sede no Centro do Rio, na rua Gonçalves Dias. Tudo uma delícia… Só isso já faria valer a visita, porém há muito mais a explorar!

Forte de Copacabana, Confeitaria Colombo, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Confeitaria Colombo, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

No Museu Histórico do Exército, documentos e objetos contam a história do Brasil a partir de acontecimentos militares importantes. O acervo vai desde o descobrimento do país,com grande destaque ao aventureiro Marechal Rondon, ao Marechal Deodoro da Fonseca, com a Proclamação da República, e muitas outras figuras que participaram de fatos marcantes e colaboraram com o desenvolvimento das Forças Armadas e do País. O Museu também não podia deixar de mencionar a Revolta dos 18 do Forte (com réplicas em tamanho natural), movimento que deu notoriedade nacional ao Forte, bem como a atuação do Brasil na Segunda Guerra Mundial, quando o Forte de Copacabana ficou de prontidão.

Na parte mais alta do Forte de Copacabana, há um enorme pátio, onde estão as cúpulas giratórias dos enormes canhões alemães Krupp, considerados os maiores e mais modernos da América do Sul.

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

Quando subir até essa parte mais alta, observe, à direita, as ruínas de uma construção: os ferros deixados ali são resquícios da construção de um cais provisório, feito unicamente para receber cinco mil caixas com as peças dos canhões fabricados e vindos diretamente da Alemanha.  

Forte de Copacabana, Confeitaria Colombo, Rio de Janeiro, Na dúvida embarque

Na parte de baixo, onde está a Fortificação propriamente, fica a casamata (original e preservada), e lá dentro é possível ver como eram operados os canhões Krupp e munições. São essas as paredes que possuem os impressionantes 12 metros de espessura, mas não dá pra perceber nem estando lá embaixo, nem lá do alto.

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, cidade olímpica, Na dúvida embarque

O local funciona de terça a domingo, das 10 às 18h, mas os cafés estendem o horário até as 19:30h.

Para entrar no Forte, é preciso comprar ingresso no valor de R$ 6,00 ou R$3,00 (para estudantes, professores e maiores de 60 anos). Estão isentos de pagamento grupos escolares, maiores de 80 anos, Militares das Forças Armadas e seus dependentes.

É importante lembrar que no local não há estacionamento e, portanto, a melhor forma de acesso é utilizando ônibus ou metrô. Porém, se estiver de carro, terá que procurar por uma vaga na rua, ou pode tentar no estacionamento rotativo do Hotel Mercure (na rua Francisco Otaviano) ou no estacionamento do Shopping Cassino Atlântico. No meu caso só consegui vaga no shopping e paguei aproximadamente R$ 50,00 por 4 horas.

Se esse valor é muito salgado, e complicada é a busca de uma vaga, é mais doce e gostoso caminhar pela orla até o Forte, que fica no final da praia e é capaz de proporcionar um maravilhoso início de domingo.

Vai Viajar? Não esqueça de fazer seu Seguro Viagem!

Real Seguro Viagem seguro_viagem Na dúvida embarque_728x90

0 comments on “Por que conhecer o Forte de Copacabana

    1 Pings/Trackbacks for "Por que conhecer o Forte de Copacabana"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *