Roteiro de 3 dias para Foz do Iguaçu

Algumas cidades no Brasil são um must go… e Foz do Iguaçu é uma delas! Todo brasileiro deveria ter a oportunidade de conhecer afinal, já bastaria dizer que lá estão um dos maiores espetáculos da natureza e uma das maiores obras da Engenharia moderna. Visitamos a cidade no início de abril e fizemos um roteiro de 3 dias para quem estiver indo.

As Cataratas e a Usina Hidrelétrica de Itaipu são, de longe, seus maiores atrativos, mas há muito mais a explorar nessa cidade que vem se tornando um dos destinos mais internacionais da América do Sul.

Por muitos anos, Foz do Iguaçu foi o destino dos sacoleiros que iam para a vizinha Ciudad del Leste, no Paraguai, com o intuito de comprar e revender nas grandes cidades tudo aquilo que só em Miami podia ser encontrado. Ao longo dos anos no entanto, com a maior facilidade para compras no Brasil e viagens para os Estados Unidos, a cidade teve que se adaptar e se reinventar, passando a ter no turismo sua maior fonte de renda.

Melhor época

Geralmente são as Cataratas que ditam o melhor período de visitação, por serem a atração mais importante da cidade. É possível apreciá-las o ano todo, não havendo uma época ideal para conhecer. O que varia é a época em que as quedas estão com maior volume de água, quando chove mais e há mais turistas (verão).

O verão (dezembro, janeiro e fevereiro) é a alta temporada, a cidade fica cheia e pode ser mais difícil encontrar promoções de passagem aérea. Por causa de uma promoção, decidi visitar as Cataratas em abril e dei sorte com o tempo: os dias estavam lindos, com sol e muito calor, em torno de 32ºC durante o dia.

Em algumas épocas do ano, devido às chuvas e ao aumento do nível do rio Iguaçu, a passarela que leva os turistas até bem pertinho das Cataratas pode ser fechada por questões de segurança. Ainda em relação ao volume de água, se o rio Paraná também estiver com volume muito acima do normal as comportas da Usina hidrelétrica de Itaipu são  abertas para liberação da água excedente pelos vertedouros. Infelizmente, para os turistas que visitam a Itaipu Binacional, na maior parte do ano as comportas ficam fechadas.

Quantos dias ficar

Três dias são suficientes para conhecer os principais atrativos (Parque Nacional do Iguaçu, Parque das Aves, Hidrelétrica,  voo de helicóptero,passeio do Macuco Safari e visita a Puerto Iguazú), mas para conhecer um pouco mais (como o lado argentino das cataratas, o city tour em Foz e o Paraguai) pense em incluir 2 dias a mais, pelo menos. Eu gostaria de ter estendido minha estadia para fazer os passeios com mais calma, mas vou ter que voltar para completar o que faltou ( e espero que seja logo).

Veja o roteiro de 3 dias para Foz do Iguaçu

Dia 1

Chegamos no aeroporto de Foz no início da tarde e fomos recebidos por um funcionário da Loumar Turismo, empresa que nos forneceu transporte durante nossa estadia na cidade. Fomos direto para nosso hotel Wish Resort, onde estávamos hospedados. Deixamos nossas malas no quarto e corremos para o restaurante para almoçar, pois tínhamos apenas 3 dias e meio para ver tudo e não queríamos perder nada!

Depois do almoço, fomos de táxi até o Parque das Aves. Para quem curte contato direto com a natureza, esse é um passeio bem interessante e o mais barato da cidade (R$30,00 por pessoa). Além de poder apreciar a beleza das aves exóticas (como tucanos de várias especies, flamingos e muitos outros) em viveiros gigantes por onde passamos, é possível tirar fotos com araras, super-mansas… 

Parque das Aves Na dúvida embarque

Lá no Parque, conversamos com um funcionário que nos contou sobre o trabalho  dos veterinários, o cuidado com a alimentação das aves, o resgate dos animais e o salvamento de extinção de algumas espécies. O Parque é um ambiente tão propício para as aves que 40% delas já nasceram no local, enquanto os outros 60% foram resgatados.

Saindo do Parque e atravessando a Avenida das Cataratas, bem em frente fica a Helisul. Ao contrário do passeio anterior, o sobrevoo de helicóptero pelas Cataratas é o mais caro, mas também o mais diferente e exclusivo. Eu adorei e até me emocionei em ver as cataratas e a floresta lá do alto. Como escrevi no post sobre o sobrevoo que fiz, fiquei pensando que preciso viajar mais pelo Brasil (e estou com muita vontade). Foi bem emocionante ver de perto, e do alto, as infinitas quedas d’água e a imensidão da floresta.

sobrevoo de helicoptero nas Cataratas Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

Como o voo durou só dez minutinhos, voltamos para o hotel para nos prepararmos para a Noite Italiana. Sábado era o único dia em que poderíamos aproveitar o tradicional jantar no Restaurante Bella Tavola, localizado no interior do famoso hotel Bella Italia. Não pensamos duas vezes!

O restaurante serve rodízio de massas, além de um buffet de saladas, antepastos, uma grande variedade de queijos e pratos quentes. O atendimento é excelente, a comida é muito gostosa e o ambiente animado e divertido, com música ao vivo.

Restaurante Bella Tavola Noite Italiana Na dúvida embarque

Dia 2

O segundo dia foi reservado para as Cataratas do Iguaçu!

O ideal é reservar um dia inteiro para o Parque Nacional do Iguaçu, pois lá dentro, além das quedas d’água, há opção de fazer outros passeios como nas Trilhas das Bananeiras e do Poço Preto, e o famoso passeio de barco do Macuco Safari, todos pagos à parte. Essas atrações mereceram dois posts especiais, vale conferir.

Lá dentro do Parque, que é uma grande floresta protegida por lei, também é possível andar de bicicleta e há muitos praticantes profissionais de ciclismo, que aproveitam as várias trilhas. Até mesmo o ônibus do Parque possui local apropriado para pendurar as bikes.

Cataratas do Iguaçu Foz do Iguaçu Parana Brasil Na dúvida embarque

Cataratas do Iguaçu Foz do Iguaçu Parana Brasil Na dúvida embarque

Passeio de barco Macuco Safari Na dúvida embarque

Depois de tantas andanças e aventuras, a melhor opção de almoço para os visitantes das Cataratas é o Restaurante Porto Canoas. O restaurante tem uma vista muito bonita para o rio Iguaçu e está sobre uma de suas margens. Além da excelente comida (típica do Brasil), há música ao vivo e o preço do buffet por pessoa é R$ 58,00.

Restaurante Porto Canoas Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

Restaurante Porto Canoas Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

Acreditam que nesse mesmo dia, à noite, embora cansados, ainda tivemos energia para atravessar a fronteira argentina e conhecer Puerto Iguazú? A Loumar Turismo nos levou até lá e providenciou os trâmites de documentos na imigração e emigração.

A cidade argentina possui alguns bons restaurantes, como o Parilla Pizza Color e o Nino Parilla y Restaurante. Escolhemos o Pizza Color, e não nos arrependemos: a carne estava bem macia e saborosa e o preço foi em conta (R$120,00 para o casal, com bebida). Foi um jantar bem agradável!

Puerto Iguazú Argentina Na dúvida embarque

Puerto Iguazú Argentina Na dúvida embarque

Ainda em Puerto Iguazú, visitamos o Marco da Tríplice Fronteira, uma posição geográfica em que de um ponto na Argentina, no Paraguai ou no Brasil é possível ver os outros dois países, estando separados apenas pelos rios Paraná e Iguaçu. É o local exato onde os rios se encontram, mas como fomos à noite, a visibilidade não era tão boa. Se quiser ir a este local, vá durante o dia.

Mas se optar por ir à noite tente chegar a tempo de ver o show de luzes que ocorre na praça do obelisco. A pracinha enche de turistas…. e bem ao lado há algumas barraquinhas de artesanato, mas confesso que não achei muito interessante. Do lado brasileiro também dá para conhecer o Marco da Tríplice Fronteira, mas nos disseram que não havia muito o que ver ( e que ainda é cobrada uma taxa para entrar). Na dúvida, não fomos, até porque não tínhamos muito tempo.

Marco das Três Fronteiras Puerto Iguazú Na dúvida embarque

Dia 3

Quanta coisa em dois dias, né?! Por isso, no terceiro dia decidimos não acordar tão cedo e deixamos para fazer o último passeio da viagem no final da tarde. Foi bom pois assim curtimos um pouquinho a piscina do resort onde estávamos hospedados e almoçamos com mais calma, no restaurante do próprio hotel.

Wish Resort GOlf Convention Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

Wish Resort GOlf Convention Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

O passeio pela Usina Hidrelétrica de Itaipu não tem a mesma emoção do voo de helicóptero nem a diversão do Macuco Safari, mas é um tour muito interessante e bastante didático, que impressiona qualquer um pelo tamanho e genialidade da monumental construção. Como não podia ser diferente, a Itaipu Binacional mereceu um post só para ela, com todos os detalhes.

Hidrelétrica Itaipu Binacional Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

A dica final é para quem estiver viajando com crianças. Há duas opções que elas curtem bastante: o Vale dos Dinossauros e o Museu de Cera, um ao lado do outro, na Avenida das Cataratas.

Não tivemos tempo de fazer o city tour em Foz do Iguaçu, nem atravessar a Ponte da Amizade para a Ciudad del Leste ou  ir ao Duty Free do lado argentino. Mas, como dissemos, um dia a mais seria o ideal!

Circulando em Foz

As distâncias na cidade não são cobertas a pé ou com transporte público (principalmente em se tratando das vizinhas Puerto Iguazú, na Argentina, e Ciudad del Este, no Paraguai). Por isso, as pessoas costumam circular de táxi, carro alugado ou com transporte contratado, o qual costuma ser oferecido com a comodidade de contratações conjugadas (com tickets de atrações), inclusive pela internet. Foi assim que compramos os ingressos junto com o transporte para a Hidrelétrica de Itaipu. Bem prático.
Durante nossa estadia em Foz , optamos por utilizar o serviço de transporte da Loumar Turismo, que possui um atendimento de qualidade desde o primeiro contato. Todos os guias e motoristas são super-educados, atenciosos e profissionais, e os veículos são novos e equipados com ar condicionado, além de sempre pontualíssimos! 
Loumar Turismo Foz do Iguaçu Na dúvida embarque

Durante nossa estadia em Foz do Iguaçu, tivemos como parceiros a Helisul, a Loumar Turismo (transporte), o Macuco Safari e o Restaurante Bella Tavola. Todos aprovados e recomendados! Nota 10!

Recomendamos a leitura dos seguintes posts:

Sobrevoo de helicóptero

Hidrelétrica de Itaipu

Cataratas: um tesouro na América do Sul

Macuco Safari: passeio de barco ao Cânion das Cataratas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *