San Martín de los Andes: dicas de como chegar e o que fazer

Depois de dias maravilhosos em Bariloche e na vizinha Villa la Angostura, resolvemos pegar o carro para ir até San Martín de los Andes, uma cidadezinha encravada na cordilheira e à beira do Lago Lácar, cujas águas geladas vêm do degelo da montanha.

Durante pouco mais de 2 horas pela Rota dos 7 Lagos, paisagens de tirar o fôlego e uma oportunidade de conhecer uma Argentina selvagem e também mais rural, com muitos ranchos e fazendas pelo caminho. Se estiver planejando uma viagem pela região, não deixe de incluir a cidade no seu roteiro.

San Martín de los Andes Argentina (4) (Small)

Como chegar em San Martín de los Andes

Para chegar a San Martín de los Andes, percorremos a Rota dos Sete Lagos, um trecho cênico da Rota 40, a maior rodovia do país, que também passa por Bariloche e Villa la Angostura. Também é possível chegar pelo Paso Córdoba, opção para quem prefere um pouco mais de aventura, já que a estrada, de terra, é bem mais deserta e isolada.

A melhor forma de percorrer os 110 Km da Rota dos 7 Lagos é partindo de Villa la Angostura. A estrada está totalmente asfaltada e em perfeito estado de conservação, é bem sinalizada e nem precisa usar GPS. Por ser uma zona rural, a única preocupação é mesmo com animais cruzando a pista.

Mas seja para fazer um simples bate-e-volta ou para pernoitar em San Martín, só vale a pena percorrer o trajeto se o dia estiver bonito, com céu azul e sem nuvens, já que esse é um passeio longo cuja grande atração é basicamente a própria paisagem.

Assim, se estiver chovendo ou nublado, as fotos não ficarão boas e você nem vai ter vontade de descer nos mais de dez mirantes que há pela estrada para apreciar cada cenário. Para se ter uma ideia, a maioria das agências não oferece o passeio durante o inverno, embora seja possível fazê-lo por conta própria.

Como ir e voltar no mesmo dia é cansativo, considere incluir uma diária em San Martín de los Andes, e assim fechar com chave de ouro o passeio pela Rota dos 7 Lagos, um dos lugares mais lindos da Argentina e — por que não dizer?— do mundo! É sério: as paisagens de Bariloche, Villa la Angostura e San Martín não saem da memória, mesmo para quem já cruzou a Europa de trem ou percorreu a costa da Califórnia de norte a sul.

O que ver na Rota dos 7 Lagos

Prepare-se para um passeio de dia inteiro, considerando várias paradas para fotos e também para o almoço. A Rota dos 7 Lagos faz parte tanto do Parque Nacional Nahuel Huapi como, em outro trecho, do Parque Nacional Lanín, e é composta, na verdade, por 8 lagos com seus respectivos mirantes, além de cachoeiras e pequenos córregos. Os principais lagos são o Nahuel Huapi, Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lácar, e ao longo da estrada você verá mirantes com placas indicando cada ponto de parada.

Em alguns trechos da estrada nublou, ventou e choveu — o que foi uma pena, pois deixei de tirar muitas fotos boas —e acabamos não descendo em todos os mirantes, mas chegando em San Martín o tempo finalmente abriu e conseguimos aproveitar melhor.

rota dos 7 lagos San Martín de los Andes_Na dúvida embarque (Small)

San Martín de los Andes: o que fazer

A chegada a San Martín pela Rota 40 já rende uma primeira parada ainda na beira da estrada para observar, do alto, o Lago Lácar, cujas águas frias e cristalinas vêm do degelo da Cordilheira dos Andes. Seguindo em frente, logo que entramos na cidade percebemos como é charmosa e agradável, destino ideal para relaxar e aproveitar a natureza.

Assim como em Bariloche e Villa la Angostura, a maioria das atividades em San Martín de los Andes estão relacionadas à natureza: pesca no lago, caiaque, passeios de barco, cavalgadas e trilhas. Eu poderia ficar lá dias e dias, mas infelizmente só programei um bate-e-volta. De qualquer forma, deu pra sentir como é a cidade e sei que vale incluí-la de novo em um próximo roteiro.

Sem dúvida, o lugar mais bonito e agradável da cidade é à beira do lago, onde há uma pequena praia e um porto onde ficam ancorados os barcos dos moradores e aqueles que levam os turistas para passeios pelo lago. Apesar do sol e do céu azul, estava frio e ventando, e naquele dia ninguém se aventurou naquelas águas gélidas, mas ainda sim encantadoras!

San Martín de los Andes (Small)San Martín de los Andes Rota dos 7 Lagos Argentina (3) (Small)San Martín de Los Andes (4) (Small)

Em seguida, partimos para o Centro de San Martín de los Andes, onde as lojas de chocolates, as cervejarias artesanais e os restaurantes que servem parrilladas são outro convite para estender a estadia na Patagônia.

Que sensação deliciosa andar por aquelas ruas arborizadas, onde o tempo parece ter parado. Tudo é calmo e silencioso. Não há engarrafamento ou correria, a não ser o andar às vezes apressado para fugir das lufadas de vento.

A arquitetura das construções, em madeira e pedra, e as cabanas com suas chaminés, nos lembram que estamos mesmo em uma fria cidade de montanha.

No Centro Cívico, ficam a Praça San Martín, o Prédio da Prefeitura, o Centro de Informações Turísticas e a Igreja de São José.

San Martín de los Andes Argentina (Small) Igreja de San Jose San Martin de los Andes (Small)

San Martín de los Andes Argentina (3) (Small)

No Centro de Informações Turísticas localizado na Avenida San Martín, esquina com Juan Manuel de Rosas, é possível  conseguir um mapa da cidade e se informar melhor sobre horários e locais de partida para atividades como pesca no lago, passeio de caiaque, cavalgadas e trilhas.

Quem pretende visitar a região no inverno, prepare-se para ver uma paisagem completamente diferente. A cidade fica coberta de neve e a principal atividade passa a ser esquiar no Cerro Chapelco, a principal estação de esqui de San Martín de los Andes, que possui pistas com diferentes níveis de dificuldade.

Onde ficar hospedado em San Martín de los Andes

Por ser uma cidade pequena (e onde você certamente estará de carro), a localização não é algo com que se deva preocupar tanto. De toda forma, é no Centro onde fica a maioria dos hotéis, lojas e restaurantes, entre as Avenidas San Martín e General Rocca. Como disse, fiz um bate-e-volta saindo de Villa la Angostura e, por isso, não fiquei hospedada em San Martín, mas pesquisei bons hotéis, onde certamente eu ficaria.

No Centro, as opções são o Patagônia Plaza Hotel e o Plaza Mayor.

Já quem preferir ficar um pouco mais afastado e ainda assim ter uma ótima experiência, são opções o Del Sauco Apart & Spa (foto abaixo) ou o Las Cumbres Apart & Suites.

Del Sauco Apart & Spa - foto divulgação Booking.com

Onde comer

Existem dezenas de restaurantes espalhados pela cidade oferecendo ótimas carnes, vinhos e cervejas artesanais, assim como lojas de chocolates, para os chocólatras de plantão. Provei apenas o chocolate da La Vieja Aldea,

O restaurante El Regional serve carnes suculentas (inclusive de cordeiro), e possui uma cervejaria artesanal própria, que leva o mesmo nome. O ambiente é decorado de acordo com a arquitetura da região, com madeira e pedra, e inclui até chifres de cervos como luminárias. O restaurante fica localizado na Av. San Martín, esquina com a Rua Misionero Mascardi.

Uma dica importante é que muitos restaurantes nessa região da Argentina não aceitam cartão de crédito, o que é bastante incomum para um lugar tão turístico. Além disso, a gorjeta é maior do que no Brasil, variando de 15% a 20%. 

Para quem tiver interesse em comprar cervejas e vinhos argentinos, vale conhecer a loja da Cervejaria El Regional, que fica na mesma Avenida. É fácil de achar: uma casinha feita de toras de madeira e pedra, bem rústica e convidativa, que descobrimos por acaso, passeando pela cidade.

San Martín de los Andes (3) (Small) San Martín de los Andes (1) (Small)

Pra terminar esse tour gastronômico, a Vieja Deli Cafeteria Restaurante é o lugar ideal para sentar e apreciar a vista do Lago Lácar, saboreando um vinho, uma cerveja ou apenas um café, antes de pegar a estrada novamente para Bariloche ou Villa la Angostura, ou o caminho de volta ao hotel.

San Martín de los Andes Rota dos 7 Lagos Argentina (1) (Small)

San Martín de los Andes Argentina Rota dos 7 Lagos (2) (Small)

E para confirmar o velho ditado de que tudo o que é bom dura pouco, tivemos que pegar a Rota Nacional 40 para retornar a Villa la Angostura, mas com a certeza de que voltaremos a San Martín de los Andes, para aproveitar mais o lago e as atividades que ele proporciona.

No caminho da volta pela Rota dos 7 Lagos, continuamos aproveitando a paisagem meio rural, meio selvagem, e quase intocada, que caracteriza a Patagônia Argentina. E você, já decidiu onde passar as próximas férias?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *