Cruzeiro pelo Caribe – Nassau, Bahamas

Destino de praia muito popular entre os norte-americanos, sobretudo pela proximidade com os portos de Miami e Fort Lauderdale, Nassau possui um dos principais portos do Caribe e recebe, todos os anos, milhões de turistas ávidos por sombra e água fresca, mas também sol, diversão e aventura.

Para nós, brasileiros, a melhor opção para conhecer a capital Nassau é fazer um cruzeiro, já que a distância e o preço talvez não justifiquem pegar um vôo até lá e se hospedar em um hotel ou resort, já que temos tantas praias aqui no Brasil; ou aproveitar as excursões de um dia que saem de Miami em direção às Bahamas.

A alta temporada ocorre no inverno, que vai de dezembro a abril. Nesse período, as temperaturas são amenas (média de 28º), chove pouco e não há risco de furacões. Por isso, essa é também a temporada dos cruzeiros, e foi minha opção para começar a desbravar a região do Caribe.

Bahamas Nassau Caribe cruzeiro Na dúvida embarque

cruzeiro Nassau Bahamas Royal Caribbean Na dúvida embarque

Outro grande atrativo do Caribe é a temperatura da água (além da cor azul-turquesa), parecida com a temperatura das águas do Nordeste brasileiro e bem mais agradável do que as praias do Rio de Janeiro ou Santa  Catarina. No verão a água é ainda mais quente do que no inverno.

Depois que a região passou a ser um destino turístico, sobretudo para navios de cruzeiro, a partir da década de 1960, as Bahamas ganharam mais notoriedade, por estarem localizadas tão perto dos Estados Unidos. Hotéis e resorts de luxo se instalaram nas ilhas, oferecendo deslumbrantes praias privadas, cassinos, parque aquático, e atividades como mergulho submarino, snorkel e até nado com golfinhos. O monumental resort Atlantis, considerado o maior de todo o Caribe, fica em Paradise Island e oferece todas essas atividades. Há também passeios para ver golfinhos na Blue Lagoon Island. A forma mais rápida e segura para chegar é com as excursões oferecidas dentro dos próprios navios (e mesmo antes, no site da reserva), embora nem sempre tenham um preço convidativo.

Nassau Bahamas cruzeiro Caribe Na dúvida embarque

Conhecendo Nassau

Para quem está desembarcando de um navio de cruzeiro, e não quer fazer as excursões oferecidas, o interessante é andar pelo Centro Histórico de Nassau, observando a arquitetura e suas cores vibrantes, o jeito alegre do povo caribenho, além das lojas e marcas americanas que tomam conta da maior parte das ruas turísticas. Mas para quem prefere pular essa parte das compras, é possível visitar o Museu da Escravidão e Emancipação, que dá ao visitante uma ideia sobre a triste (e não tão remota) história do país, contada a partir da insurreição dos escravos e exaltando a coragem de Pompeu, escravo que deu início a uma rebelião.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Claro que se o dia estiver bonito vale muito a pena ficar na praia — mas em nosso caso, não tivemos sorte e até pegamos um pouquinho de chuva… Mesmo assim, andamos pela orla e aproveitamos ao máximo o tempo que tivemos por lá. Para chegar nessa praia (foto abaixo) é só caminhar seguindo a orla.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

A propósito, se for passear a pé e sozinho (sem excursão), é preciso ficar atento: no navio fomos informados sobre um alerta de segurança divulgado pela Embaixada dos Estados Unidos para as Bahamas, devido a um aumento na criminalidade contra turistas (furto ou roubo), com a recomendação para que os visitantes não se aventurassem para áreas longínquas ou escolhessem as excursões do próprio navio.

Assim como em Philipsburg (capital de St. Maarten), a economia de Nassau também depende do turismo e praticamente todas as atividades no entorno do porto visam a atender as necessidades ou interesses dos turistas, sobretudo os norte-americanos, que são os que mais gastam no país. Também por isso há restaurantes e lanchonetes como Señor Frog e McDonald’s.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nas Bahamas, assim como em várias outros países do Caribe, o Governo concede isenção de impostos para  determinados produtos, como jóiasbebidas e charutos (tax free). É uma maneira de incentivar a instalação de lojas de grife (como Coach, Cartier, Fendi, Michael Kors, Omega, Rolex e Pandora) e o consumo na ilha. Aliás, a venda de jóias é um dos principais atrativos das ilhas do Caribe e a atividade chega a soar um tanto quanto “artificial”, destoando da atmosfera de sol e praia com que nos acostumamos a sonhar, ainda que seja um dos principais meios de vida dos trabalhadores locais.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

O que encontramos de mais autêntico foi um bolinho de chocolate com rum (Tortuga), muito vendido entre os turistas (mais ou menos como o alfajor Havana, da Argentina) e produzido em Nassau, bem como algumas bebidas caribenhas típicas, como o internacional Bacardi e o próprio rum, a famosa bebida dos piratas que por anos atuaram na região.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

O que mais vimos em Nassau foram lojas (praticamente uma ao lado da outra) vendendo souvenirs batidos e repetidos (a maioria da China, diga-se de passagem), mas o mercado Straw, na Bay Street, é o ponto mais famoso para comprar esse tipo de lembranças e presentes.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Do lado de dentro do mercado, as barracas são praticamente idênticas umas às outras, mas do lado de fora, há barracas vendendo artesanato local, mais interessante e diferente, como animais talhados na madeira, e esculturas mais contemporâneas, que revelam um pouco mais da arte e talento do simpático povo caribenho.

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Nassau Bahamas Caribe cruzeiro Royal Caribbean blog Na dúvida embarque

Foi uma breve parada em Nassau (apenas algumas horas), mas foi possível ter uma idéia de como é o país e, principalmente, de como o turismo é fundamental para eles. Na próxima viagem espero que o tempo esteja melhor para curtir as praias e curtir o resort Atlantis!

Por fim, não posso deixar de falar sobre a exigência de vacinação contra a febre amarela, feita em alguns países do Caribe como St. Maarten, Bahamas, Jamaica, etc. — embora não tenham solicitado nosso certificado de vacinação — (leia mais)  e de chamar atenção para os alertas sobre o Zika vírus em toda a região do Caribe, sobretudo para mulheres grávidas ou que estejam planejando engravidar. Assim como no Brasil, a região está sob ameaça de doenças transmitidas pelo aedes aegypti e por isso é preciso estar atento e usar repelente constantemente.

0 comments on “Cruzeiro pelo Caribe – Nassau, Bahamas

2 Pings/Trackbacks for "Cruzeiro pelo Caribe – Nassau, Bahamas"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *