Itália: o país com mais Patrimônios da Humanidade

A Itália é um dos países mais lindos e agradáveis para viajar, não só pela deliciosa gastronomia, pelo idioma ou pela alegria escandalosa dos italianos, mas sobretudo em razão de suas inúmeras belezas naturais, culturais e arquitetônicas, que fizeram com que a península em forma de bota se tornasse o país do mundo com o maior número de Patrimônios da Humanidade, assim declarados pela UNESCO.

Afinal, como não se apaixonar pelo berço do Renascimento, pelo coração do Império Romano, pelo sol da Toscana ou pelos canais de Veneza?

Se você está na dúvida sobre qual país visitar nas próximas férias, que tal começar pela Itália? A lista de bens tombados como Patrimônio da Humanidade é extensa: são ao todo 51 sítios considerados relevantes por suas características culturais ou naturais, e em cada cidade certamente há ainda muito mais a explorar.

Em minha viagem de 12 dias pela Itália, passei por alguns desses Patrimônios da Humanidade, que compartilho aqui com vocês.

Veneza

A construção de uma cidade sobre ilhas separadas por canais era algo improvável até sua fundação no século V. Por todo seu conjunto arquitetônico, artístico e natural, a UNESCO tombou Veneza em 1987, destacando como fundamentos do tombamento a enorme quantidade de obras-primas, sua importância marítima e a ligação que proporcionou entre o Ocidente e o Oriente, a paisagem única formada por edifícios construídos sobre palafitas e o fato de se manter praticamente intacta desde a Idade Média.

A chegada em Veneza pela estação de trem Santa Lucia é algo espetacular! Diante da gente, uma cidade sem ruas, sem carros, feita de água. Na maior parte da cidade, não há asfalto ou carros: há canais por onde circulam barcos, lanchas, gôndolas e o famoso vaporetto. Os canais fazem a cidade acontecer e tornam tudo um charme! É realmente uma cidade única e inesquecível, para onde sempre quero voltar.

chegada Veneza estação de trem Santa Lucia

canale veneza Patrimônios da Humanidade Na dúvida embarque (Small)

Não deixe de fazer o clássico passeio de gôndola e conhecer a Piazza San Marco, a Basílica San Marco, a Torre do Relógio, o Campanário, a Ponte Rialto, o Gran Canale, o Pallazo Ducale e a Ponte dos Suspiros.

Para mais informações e um roteiro completo acesse Veneza, a cidade dos apaixonados.

Florença

Berço do Renascimento e do Humanismo, Florença literalmente floresceu e trouxe ao mundo grandes pensadores, além de obras de arte no campo da pintura, escultura e arquitetura — sem falar no genial Leonardo da Vinci—, tendo influenciado todo o Ocidente, sendo que até hoje seguimos os parâmetros lá estabelecidos desde o século XIV.

Seu passado está profundamente ligado à família Médici, que possuía uma visão apurada e vanguardista, financiando os artistas que deram origem ao movimento Renascentista, encantador na beleza e profundo na filosofia. É esse o cenário que encontramos na cidade: séculos de história, arte e pensamento.

Seu Centro Histórico é um dos mais belos, harmônicos e bem preservados de toda a Europa, e em seus museus fica a maior concentração de obras de arte do mundo.

Patrimônios da Humanidade_Praça Michelangelo Florença Firenze Itália_na dúvida embarque (Small)

Palazzo Vecchio Florença Firenze Italia Na dúvida embarque (8) (Small)

Não deixe de assistir ao pôr-do-sol do alto da Praça Michelangelo (afinal, você está na Toscana ;)) e de conhecer seus mais importantes pontos turísticos: Ponte Vecchio, Palazzo Pitti, Palazzo della Signoria, Palazzo Vecchio, Galleria degli Uffizi, Catedral de Santa Maria del Fiori, Igreja de Santa Maria Novella, Igreja da Santa Croce e Logia dei Lanzzi.

Para mais informações e um roteiro pela cidade, confira Florença em 2 dias, uma parada entre Roma e Veneza.

Roma

A cidade eterna foi a segunda cidade italiana a ser tombada pela UNESCO e, definitivamente, mereceu o tombamento de seu Centro Histórico. A influência que o Império Romano e posteriormente o Cristianismo exerceram no mundo é inegável e constituem a base de nossa atual sociedade.

A parte mais importante de qualquer visita a Roma é a compreensão de seus aspectos históricos e o legado deixado principalmente pelo Império Romano. É claro que, como em toda cidade italiana, a moda e a gastronomia não passam despercebidas, mas a arte, a história e a religião dominam a viagem pela capital.

Seu antigo Centro Histórico possui valor universal, com monumentos que são verdadeiros exemplos do desenvolvimento e criatividade do povo romano.

Coliseu Roma Na dúvida embarque (3) (Small)

Patrimônios da Humanidade_Panteão Roma Na dúvida embarque (Small)

Não deixe de pedir a benção ao Papa (às quartas-feiras) e conhecer os monumentos mais importantes: o Coliseu, o Panteão, a Fontana di Trevi, o Foro Romano, a Pizza di Spagna, Piazza Navona, Piazza del Popolo, o Circo Massimo, a Boca della Veritá, o Vaticano e seus museus.

Para mais informações e um roteiro pela cidade não deixe de ver Roma, roteiro de 3 dias pela capital italiana.

Gênova

No Centro Histórico de uma das principais cidades portuárias da Europa, ganhou atenção da UNESCO um conjunto de três ruas que datam da época da República de Gênova e onde se localiza o interessante sistema de Palácios, conhecido como Palazzi dei Rolli.

Os Palazzi dei Rolli são edifícios onde moravam famílias ricas e influentes de Gênova, as quais desejavam hospedar em suas casas as pessoas mais famosas e importantes que passassem pela cidade. Assim, a Prefeitura organizava uma lista com os nomes dos interessados em oferecer hospedagem e eram realizados sorteios para escolha dos anfitriões. O Rolli degli alloggiamenti pubblici di Genova era a lista dessas residências e respectivos interessados.

Os mais importantes e característicos edifícios são o Palazzo Rosso, Palazzo Bianco e Palazzo Reale, todos ricamente ornados com afrescos, móveis da época, escadarias, lustres e espelhos.

palazzo rosso (Small)

afrescos genova (Small)genova Patrimônios da Humanidade_Na dúvida embarque (Small)

As ruas onde estão localizados são as chamadas strade nuove — sendo a Via Garibaldi, Via Cairoli e Via Balbi— e são as principais do Centro Histórico pela presença desses prédios em destaque. São mais de 100 construções, e a metade deles foi reconhecida pela UNESCO.

Além dessa riqueza toda, não deixe de visitar a casa onde nasceu o navegador Cristóvão Colombo e conhecer outros importantes pontos turísticos: o Porto de Gênova, o Aquário, a Porta Soprana, a Piazza Ferrari, o Palazzo del Principe e o Palazzo Ducale.

Para mais informações e um roteiro pela cidade, confira As 10 melhores atrações de Gênova.

Mais Patrimônios da Humanidade?

Vale a pena conferir também o site oficial da UNESCO, com a lista de todos os bens tombados na Itália como Patrimônios da Humanidade.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva cujo tema é #PatrimôniosUnesco.

patrimonios unesco

 

Conheça locais declarados como Patrimônio da Humanidade pela ótica de outros blogueiros de viagem:

– Viajonários – Patrimônios Mundiais da UNESCO em Londres
– Lolepocket – Como explorar o melhor das ilhas gregas: um dia em Delos
– Foco no Mundo – Patrimônios da UNESCO para visitar no Brasil
– Destinos por onde andei… – Salvador, Patrimônio Mundial da Unesco
– Mariana Viaja – Conjunto da Pampulha, novo Patrimônio Mundial da Unesco
-Pegadas na Estrada – 15 Parques Nacionais Patrimônios da Unesco que você precisa conhecer
– Família Viagem – Patrimônio Mundial da UNESCO: Estátua da Liberdade
-Viagens que Sonhamos – Pampulha, conhecendo o novo Patrimônio Mundial da Unesco
– Pequeno Grande Mundo – Patrimônios Mundiais da UNESCO em Malta
-Viagens Invisíveis – Os inacreditáveis templos de Angkor, Camboja
– Mineiros na Estrada – O que ver e fazer em Machu Picchu
– Outro blog – Chapada dos Veadeiros | Alto Paraíso de Goiás
– Mochilão Barato – Missões Jesuítas no Paraguai
– Asas pra que te quero – Castelos da Inglaterra: a história da sombria Torre de Londres
– Vaneza com Z – Patrimônios da Humanidade em Portugal: Sintra e Porto
– Trilhas e Cantos – Patrimônios da Unesco no País de Gales: Castelos e Fortificações do Rei Eduardo I
– Projeto 101 Países – Persépolis: a joia preciosa do Irã
– Volto Logo – 7 Patrimônios Culturais da UNESCO para conhecer na América Latina
– Atravessar Fronteiras – Ouro Preto: perfeita aliança entre história e modernidade
– Uma Senhora Viagem – Olinda, Linda Cidade, Lindo Patrimônio
– Coordenadas do Mundo – 8 Patrimônios da Humanidade para visitar na Austrália
– Olhares pelo mundo – Cidade Histórica de Ayutthaya, Patrimônio da UNESCO a um Pulo de Bangkok
– Cantinho de Ná – Palácio de Versalhes. Patrimônio UNESCO com louvor
– Trippolis – Distrito Histórico de Quebec
– Viviendo en el México Mágico – México e a UNESCO!
– Devaneios de Biela – Fortaleza de Suomenlinna: Patrimônio Histórico em Helsinki
– De Mochila e Caneca – Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!
– Ligado em Viagem – Hierápolis-Pamukkale, lindo Patrimônio Mundial da Unesco na Turquia
– Por aí com os Pires – Foz do Iguaçu – Parque Nacional do Iguaçu
– Apure Guria! 5 dicas para visitar o Angkor no Camboja
– E aí, Férias! – Ouro Preto, a cidade patrimônio cultural da UNESCO e ponto focal da Estrada Real
– Virando Gringa – Cidade Proibida – Patrimônio Mundial da Humanidade na China
– Tá indo pra onde? – Patrimônios da UNESCO na Alemanha
– Na dúvida, embarque – Itália: o país com mais Patrimônios da Humanidade
– Destino Mundo Afora – Cinco patrimônios mundiais da Unesco para visitar no Brasil e Estados Unidos

0 comments on “Itália: o país com mais Patrimônios da Humanidade

3 Pings/Trackbacks for "Itália: o país com mais Patrimônios da Humanidade"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *