Roma: roteiro de 3 dias pela capital italiana

Sem dúvida, a parte mais importante de qualquer visita a Roma é a compreensão de seus aspectos históricos e o legado deixado pelo Império Romano. Mas como toda cidade italiana que se preze, Roma é intensa e tem uma grandiosidade única, expressa não só pelo barulho que os italianos fazem como nenhum outro povo — seja ao falar ou buzinar suas lambretas —mas sobretudo pela arte, moda, gastronomia…

Infelizmente só pude ficar três dias, tendo sido um deles inteiramente dedicado a conhecer o Vaticano e seus museus, mas o ideal mesmo é ficar, pelo menos, 5 dias. Afinal, Roma é daquelas cidades que sempre tem algo a mais para nos surpreender.

Sobre essa cidade, nada é tão propício como os ditados “Todos os caminhos levam a Roma” e “Quem tem boca vai à Roma”. Nem todos sabem que o certo era “quem tem boca vaia Roma”, mas o ditado alterado ao longo do tempo ficou mais propício e, pra resumir, acho que todos deveriam mesmo conhecer a capital italiana.

O transito caótico, com constantes engarrafamentos, não chega a atrapalhar a vida dos turistas. Felizmente, o metrô facilita a vida de quem está hospedado mais longe, mas as poucas linhas não cobrem muito bem o centro histórico, e por isso é preferível andar. Como sempre digo, caminhar continua sendo a melhor opção para conhecer bem uma cidade.

Para quem estiver com pouco tempo (como eu, que só fiquei três dias) sugiro dividir geograficamente a cidade em três grandes blocos, de forma a aproveitar melhor o tempo.

Descubra a melhor forma de explorar Roma

1- Basilica di San Giovanni, Coliseu, Arco de Constantino, Circo Massimo e Boca della Veritá

Começamos o dia indo à Basilica di San Giovanni, uma das mais importantes da cidade. É a primeira basílica cristã e Sé episcopal do bispo de Roma. Seu interior é ricamente decorado com muitas esculturas e o altar todo em ouro impressiona.

Basílica de San Giovanni Roma Na dúvida embarque (Small)

Seguimos para o Monte Cavour, local que remonta à origem de Roma. Lá estão grandes símbolos do Império Romano como o Coliseu, o Arco de Constantino, a colina Palatino e as ruínas do Foro Romano. Mais do que uma aula de história esse dia é uma verdadeira viagem no tempo! Para quem não curte muito, o ideal é visitar apenas o Coliseu mas, sinceramente, acho uma pena…

O Coliseu, embora em ruínas, está muito bem preservado e vive em constante manutenção. O local, que era palco de jogos, lutas de gladiadores e até batalhas navais, também serviu para crucificar cristãos, publicamente. No local há uma cruz lembrando esses acontecimentos.

É permitida a entrada de, no máximo, 3.000 pessoas por vez e, mesmo assim, costuma haver bastante fila para entrar. Para evitar fila, vá primeiro à bilheteria do Palatino ou do Foro Romano, que vende ingresso para as três atrações, e comece o passeio por lá. Outra forma de evitar fila é adquirindo o Roma Pass ou comprando o ingresso pela internet mesmo.

O ingresso para as três atrações custa € 12,00. Para quem tiver interesse, é possível fazer um tour guiado de 45 minutos, em três idiomas (inglês, francês e espanhol), por € 5,00; ou utilizar o audio-guia, pelo preço de € 5,50.

Coliseu Roma Na dúvida embarque (2) (Small)

Coliseu Roma Na dúvida embarque (3) (Small)

Coliseu Roma Na dúvida embarque (1) (Small)

Coliseu Roma Na dúvida embarque (5) (Small)

Ao lado do Coliseu, fica o Arco de Constantino, um dos monumentos mais bem preservados da Roma Antiga e, como todo arco do triunfo, foi construído para celebrar a vitória de Constantino na Batalha da Ponte Mílvio. Essa foto foi tirada lá de cima do Coliseu.

Arco de Constantino Roma Na dúvida embarque (Small)
Passando pelo Arco, siga em direção ao Palatino, local onde moravam os imperadores romanos. Hoje há apenas ruínas das suas residências. Já as ruínas do Foro Romano concentram as mais importantes construções políticas, econômicas e jurídicas da época. Fantástico!

Foro Romano Itália Na dúvida embarque (3) (Small)

Foro Romano Itália Na dúvida embarque (2) (Small)

ruínas foro romano Na dúvida embarque (Small)

Foro Romano Itália Na dúvida embarque (1) (Small)

Próximo às ruínas do foro romano fica o Carcere Mamertino, uma prisão onde acredita-se que o apóstolo Pedro ficou antes de morrer. No local há duas igrejas católicas sobrepostas: San Giuseppe dei Falegnami e San Pietro in Carcere, mas não visitamos o interior delas.

Carcere Marmetino Roma Na dúvida embarque (1) (Small)

Carcere Marmetino Roma Na dúvida embarque (2) (Small)

Depois de conhecer essas atrações, outra opção é ir até o Circo Massimo, local onde aconteciam as famosas corridas de bigas, mas hoje há apenas um enorme gramado com algumas ruínas. Não posso deixar de dizer que não tem muito o que ver e talvez não valha a pena andar até lá. Só ver lá do alto já estaria bom, mas eu acabei descendo.

Circo Massimo Roma Na dúvida embarque (Small)

Circo Massimo Roma Itália Na dúvida embarque (Small)

Na Igreja de Santa Maria in Cosmedin, construída no século IV sobre as ruínas de algumas construções romanas, fica a escultura Boca della Veritá. Os turistas adoram tirar fotos ali, mas quando chegamos o local já estava fechado. Segundo a lenda, a Boca possui a capacidade de morder a mão de quem contar uma mentira.

boca de la veritá Roma Na dúvida embarque (Small)

Aproveite que ela fica bem perto do Rio Tibre e dê uma passada por lá.

Rio Tibre Roma Na dúvida embarque (Small)

2- Piazza del Popolo, Piazza di Spagna, Fontana di Trevi, Panteão, Piazza Navona e Campo dei Fiori

Segundo dia para passear por Roma e se encantar com sua história e beleza. Pegamos o metrô e fomos até a estação Flaminio para conhecer a Piazza del Popolo, uma praça de onde se tem uma vista panorâmica da cidade.

No centro da praça está o Obelisco Flaminio (em reforma na época de nossa visitra), trazido do Egito, mas o que chama mais a atenção são as duas igrejas idênticas, do século XVII: a Santa Maria di Montesanto e a Santa Maria dei Miracoli.

Piazza del Popolo Roma Na dúvida embarque (Small)

Dali fomos direto para a Piazza di Spagna, uma praça muito bonita que vive lotada de turistas. Lotada mesmo, principalmente no verão, quando é preciso disputar um lugar na escadaria mais famosa de Roma: a Escadaria da Santíssima Trindade, também chamada de Escadaria Espanhola.

No entorno da Praça, há muitas lojas de grife, restaurantes e cafés, onde, aliás, aproveitamos para tomar nosso café da manhã. Acho que essa é uma das praças mais “moderninhas” de Roma. Se tiver que escolher uma praça para visitar, tem que ser essa!

escadaria espanhola Roma Na dúvida embarque (2) (Small)

escadaria espanhola Roma Na dúvida embarque (Small)

Fontana di Trevi Roma Itália Na dúvida embarque (Small)

Depois fomos andando para a belíssima e eterna Fontana di Trevi. Na época ela não estava em reformas, mas recentemente o monumento já reabriu ao público depois de alguns meses em manutenção. Quando cheguei vi dezenas de turistas atirando moedas, e fui descobrir que, na verdade, devem ser atiradas duas moedas na Fontana: uma para retornar à cidade e outra para garantir a realização de um outro desejo.

Claro que segui o ritual, e posso dizer que um de meus desejos já se tornou realidade, mas ainda não voltei à Roma. Na prática, quem agradece são as instituições de caridade que arrecadam quilos de moedas todas as noites e assim realizam outros sonhos…
Existem outras lendas em torno dessas moedinhas, como a que diz que, se você jogar uma 3ª moeda, você se casará em Roma! Um filme que sintetiza essa história é o Quando em Roma, uma comédia romântica.

Já contei lá nas minhas redes sociais (@naduvidaembarque – Para quem ainda não segue, #ficaadica) que o Panteão foi um dos lugares mais emocionantes que visitei. Não sei explicar direito por que me emocionei… Afinal, o prédio nem é muito bonito, mas talvez por estar diante do monumento mais bem preservado da Antiguidade, com mais de 2.000 anos de existência.

Panteão Roma Na dúvida embarque (Small)

O Panteão foi construído em homenagem aos deuses romanos, tendo sido posteriormente transformado em uma Igreja Católica, em homenagem a Santa Maria Rotonda. No local dizem que há uma das maiores portas de bronze do mundo, e que suas colunas foram construídas a partir de um único bloco de pedra.

Dali segui até a Piazza Navona, uma das praças mais bonitas e famosas da cidade, onde se encontram 3 fontes: a Fontana dei Fiumi, a Fontana dei Moro e a Fontana dei Nettuno. Artistas de rua, cafés e restaurantes completam o cenário.

Dessa praça, uma opção é seguir ao Campo dei Fiori (ou como o próprio nome diz, Campo das Flores), outra praça onde ocorrem todas as manhãs, exceto no domingo, uma feira de produtos frescos (frutas, legumes e verduras) e, claro, muitas flores!!
É fácil reconhecer a praça, pois há uma grande estátua de Giordano Bruno bem no meio dela. Em seu entorno também há cafés e restaurantes com várias opções para almoçar ao estilo romano.

3- Piazza del Popolo e Vaticano

No último dia na cidade fomos conhecer o Vaticano e ver o Papa! Não deixe de ler nossas dicas e saber qual o melhor dia para ver o Papa e como aproveitar melhor todas as atrações do menor Estado do mundo. 

Praça São Pedro Vaticano Roma Italia Na dúvida embarque (1) (Small)

Como falei no início do post, Roma é uma cidade grande e com várias atrações mas, com certeza, é preciso mais do que 3 dias para conhecer tudo! E aí, vai deixar Roma de fora da sua #eurotrip?

Da lista de atrações que levei comigo faltou conhecer vários museus e igrejas, mas nada que eu não possa resolver na próxima viagem…

Basilica di Santa Maria Maggiore É uma das maiores basílicas da cidade; reza a lenda que foi construída sobre o local onde, depois de aparição da Virgem Maria, teria nevado em pleno verão; Via Appia Antica (que é a primeira estrada pavimentada da história);  Terme di Caracalla; Parque Villa Borghese, onde está o Palácio Borghese, construído por ordem do Cardeal de mesmo nome. No interior do prédio foi instalado o Museo e Galleria Borghese; Museo della Civiltà Romana, Museo Capitolini,  Mercado em Porta Portese, Basilica di Santa Maria in Trastevere, Piazza Venezia, Museo del Risorgimento, Museo di Palazzo Venezia, Chiesa di Santa Maria d’Aracoeli, Piazza di Campidoglio e Basilica di San Pietro in Vincoli.

0 comments on “Roma: roteiro de 3 dias pela capital italiana

1 Pings/Trackbacks for "Roma: roteiro de 3 dias pela capital italiana"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *