Roteiro de 20 dias pelo Leste Europeu

Que o Leste Europeu é surpreendente você já sabe, mas talvez não imagine o quanto vale a pena investir vários dias por lá. Garanto que ninguém se arrepende de passar 20 ou 30 dias conhecendo cidades taaaão lindas! Ahh e se você ainda tem algum tipo de receio por causa do socialismo ou da Guerra Fria, fique tranquilo.

Depois que o mundo passou a falar inglês, beber coca-cola e usar smartphones parece que tudo virou uma coisa só — aliás, pra nossa sorte, já que não dá pra entender uma palavra do que os tchecos e húngaros falam.

Bem, a divergência relacionada a terminologia Leste Europeu considera fatores puramente geográficos ou então geopolíticos. Eu incluo no Leste Europeu todos os ex países socialistas. Mas no aspecto geográfico, por exemplo, República Tcheca, Hungria, Polônia e Croácia estariam na Europa Central (e não na Europa do Leste).

De um jeito ou de outro, não deixe de fazer essa viagem! #ficaadica 😉

Roteiro pelo Leste Europeu – tudo para você realizar a sua viagem!

Passagem: como não há vôo direto do Brasil para as cidades do Leste Europeu, vale a pena ficar de olho em promoções para Frankfurt, que é um aeroporto bem central e de onde partem vôos para todas as cidades. Pegamos um vôo da LATAM até Frankfurt (com uma promoção de milhas) e, de lá, um vôo da Czech Airlines para Praga, no valor de 80 dólares.

avião czech airlines (Small)

Praga

O título de cidade dourada, com suas cem cúpulas reluzentes, faz de Praga um dos principais destinos turísticos da Europa. Impossível não se apaixonar por uma das capitais mais lindas de toda a Europa. Dependendo da época do ano que visitar a cidade, prepare-se para o calor e multidões de turistas.

Além do Centro Histórico, que é a parte mais turística e inclui a Ponte Carlos, o Castelo de Praga e a Praça do Relógio Astronômico, aproveite para conhecer a essência da cidade visitando o bairro judeu e suas sinagogas cheias de histórias emocionantes.

Onde ficar: Tenha ainda a chance de se hospedar no luxuoso (e não tão caro) Century Old Town em cujo prédio o escritor Franz Kafka trabalhou durante anos. Leia o review do Hotel Century Old Town e acesse aqui nosso Roteiro de 4 dias em Praga!

Tempo ideal: 4 dias.

Todos os caminhos levam a... Praga!

Praga não cansa de ser linda e apaixonante... Do alto dos 138 degraus da Old Town Bridge Tower dá pra observar as esculturas e o dourado que predominam na maioria dos prédios por toda a cidade. #praga #europa #eurotrip #lesteeuropeu #eutonanuvem #viagemdavida #vambora #viagem #ferias #amoviajar #travelblog #instagood #instago #vocenomundo #guiamundoafora #fotoencantada #doyoutravel #thegoldlist #tbfui #viagensincriveis #demalaemochila #_meleva #viagemeturismo #revistaviajar #boaviagem #vejario #naduvidaembarque

Cesky Krumlov – Roteiro pelo Leste Europeu

Quem conhece Praga certamente tem vontade de estender a viagem pela República Tcheca. Uma boa ideia é explorar cidades menores e fofas, como Cesky Krumlov e Cesky Budejovice.

Cesky Krumlov é uma cidade bem pequena e que até parece uma miniatura, mas definitivamente seu tamanho não condiz com sua importância. Em um único dia é possível ver todos os pontos turísticos, mas com dois dias você estará completamente apaixonado e lamentando ter que ir embora.

Cidade pacata e medieval, onde o tempo parece ter parado. Lá você terá a chance de comer em tabernas e se hospedar em hotéis mais simples e rústicos.

Uma curiosidade: por ficar próxima da Alemanha e da Áustria, todos os estabelecimentos também aceitam o Euro, ao contrário da capital Praga, onde só circula a Coroa Tcheca.

Onde ficar: ficamos em um hotel com localização imbatível, o medieval  Hotel U Malého Vitka. Se preferir um hotel melhor e mais caro, escolha o Castle View Apartments, que como o nome diz, fica localizado na entrada do castelo, o principal cartão postal da cidade. 

Tempo ideal: 2 dias. Acesse Roteiro de 2 dias em Cesky Krumlov

vista do alto cesky (Small)

cesky (Small)

Budapeste – Roteiro pelo Leste Europeu

Imperdível, linda e acolhedora! Budapeste não tem aquele centro turístico concentrado como o de Praga (o que pode ser ótimo, se você não gosta de multidões), mas você vai se identificar facilmente com a capital húngara, que tem ares mais modernos, mas sem perder o charme das ruas de Buda.

Castelos, Sinagogas, Basílicas e os famosos Banhos Termais compõem a história dessa cidade que teve importância crucial na História por diversas vezes. Aliás, fez parte de um dos Impérios mais longos e poderosos da Europa, o Império Austro- Húngaro.

A culinária, a música, a dança e o artesanato encantam qualquer visitante. Não deixe de conferir o calendário para tentar conciliar a visita a Budapeste com o Festival de Arte Popular que ocorre no mês de agosto, dentro da área do Castelo de Buda. Para quem gosta de futebol, uma oportunidade para saber mais sobre o maior jogador da Hungria, Puskas, que está por todo lado, nas lojas de souvenirs.

Onde ficar: quem gosta de ficar perto de restaurantes e barezinhos, perto do metrô e ainda ir andando para os principais pontos turísticos, atenção a nossa dica: o All 4U Apartments oferece o conforto de um apartamento por um preço ótimo. Além do mais, na pracinha embaixo do hotel rola uma feirinha aos finais de semana e os restaurantes bombam todas as noites. Super prático para os dias em que estamos cansados.

Tempo ideal: 3 ou 4 dias, dependendo da intenção de conhecer os banhos termais ou não. Veja todas as dicas de Budapeste em nosso Roteiro sobre o Melhor da Hungria.

feira de produtos típicos budapeste (Small)

ruas de budapeste hungria na duvida embarque(Small)

rua florida budapeste hungria na duvida embarque

Viena – Roteiro pelo Leste Europeu

Clássica, luxuosa, grandiosa. A capital austríaca é a maior, mais classuda e mais cara das cidades que visitamos durante nossa Eurotrip pelo Leste Europeu. Você vai ficar hipnotizado com as obras de Klimt e a beleza de Sissi, a Imperatriz que está estampada em todo tipo de souvenirs.

Castelos, Palácios e Museus incríveis dão o toque à antiga capital do Império Austro-Húngaro. O Castelo de Schönbrunn e o Belvedere são suas principais atrações, mas não deixe de visitar também a Ópera de Viena, a Casa de Mozart, a Universidade de Viena, de onde saíram alguns prêmios Nobel, e a Catedral de Santo Estevão, onde está o braço mumificado do Rei que se tornou Santo.

Onde ficar: O fato de ser uma capital luxuosa faz com que os preços de hospedagem sejam um pouco mais caros. Em compensação, os hotéis mais bem localizados são maravilhosos (!!) e separei 3 com diferentes faixas de preço.

Minhas sugestões são o Grand Ferdinand, que leva o nome do Imperador e é puro luxo; o Hilton Vienna Danube Waterfront e o Áustria Trend Hotel Messe, opção mais econômica e ainda assim excelente!

Tempo Ideal: 4 dias. Se quiser acrescentar outros museus da cidade é bom incluir mais um dia pra eles e também reservar um dia só para a Bratislava. Veja aqui nosso Roteiro de 3 dias por Viena

Hofburg Viena Áustria Leste Europeu

Schloss Scönbrunn Viena Áustria Leste Europeu

Bratislava – Roteiro pelo Leste Europeu

A segunda mais nova capital européia (que só perde o título para Kosovo) é um convite a um agradável bate-e-volta a a partir de Viena ou até mesmo uma estadia mais longa na Eslováquia, país com natureza exuberante e várias opções de atividades ao ar livre.

O Centro Histórico da Bratislava é bem concentrado e permite que você caminhe pelas principais ruas e atrações turísticas sem se cansar muito. No Centro de informações há opções de walking tours bem interessantes. Como toda capital européia, há castelos, praças, museus e igrejas para visitar. Mas pode ser também uma ótima oportunidade para apreciar a gastronomia da Eslováquia, em um de seus muitos restaurantes.

Onde ficar: o Radisson Blu Carlton fica em um prédio lindo, tem bom preço e fica localizado a apenas 3 minutos da praça principal.

Tempo ideal: 1 dia para fazer um bate-e-volta a partir de Viena (uma hora de trem). A ÖBB oferece bilhetes com ótimos preços para cidades próximas de Viena como a Bratislava, Budapeste, Praga e outras.

Mais informações em Bratislava: uma jovem capital com muita tradição

alto da bratislava castelo Leste Europeu

feirinha na bratislava Leste Europeu

Salzburg

Não são poucos os motivos para conhecer a cidade. A paisagem do alto da Fortaleza é deslumbrante e passear por suas estreitas ruas de pedestres ou à beira do rio faz qualquer coisa valer a pena. Afinal, você se lembra que está na Áustria, um dos países mais perfeitos que já visitei.

Além disso, o tour Sound of Music, que conta sobre a Noviça Rebelde, as casas onde Mozart nasceu e morou antes de se mudar para Viena e o Festival de Música de Salzburg são motivos mais do que suficientes para você querer ir até lá.

Tente coincidir sua ida à cidade com o Festival de Música, uma das épocas mais animadas na cidade, onde a música está por toda parte. É possível assistir a concertos e óperas, mas para isso deverá pagar um preço um pouco salgado e vestir-se elegantemente. Se esse não for seu interesse, pode assistir aos eventos gratuitamente na praça, onde é instalado um telão.

Onde ficar: a cidade possui muitos hotéis pequenos e familiares, o que é uma boa para quem quer economizar, mas ficam mais distantes do centro. Já quem procura um pouco mais de conforto pode escolher entre o Radisson Blu Hotel Altstadt ou o Star Inn Hotel Salzburg.

Tempo ideal: 3 dias. Para saber mais sobre nosso Roteiro em Salzburg, o Festival de Música e o tour da Noviça Rebelde, acesse o post!

vista do alto da fortaleza salzburg (Small)

rua pedestre salzburg

Innsbruck

Incrível como todo mundo fica hipnotizado pelos Alpes, a cadeia montanhosa que domina a paisagem em Innsbruck. Um dos principais passeios leva os turistas ao topo da montanha, com opção de parar no meio do caminho para conhecer o zoológico Alpenzoo.

Como cidade austríaca que é, Innsbruck é luxuosa, mas sem deixar de ser acolhedora e suas ruas de pedestres são um convite a se perder por centenas de lojinhas, cafés e restaurantes.

Por ter sido escolhida pelos Imperadores como cidade de veraneio, há palácios e museus com acervos interessantes, além da Igreja onde estão sepultados membros da família imperial.

Onde ficar: localização, localização, localização! Se você gosta de ficar no burburinho sem pagar o olho da cara, o Hotel Weisses Kreuz é a melhor opção em Innsbruck. Além de ficar bem pertinho de vários pontos turísticos, o hotel ainda se destaca por ter servido de hospedagem para o compositor Wollfgang Amadeus Mozart. Chique, não?!

Tempo ideal: 3 dias. Para saber mais sobre a cidade austríaca, acesse: Innsbruck, a eterna atração dos Alpes.

alpes innsbruck na duvida embarque Leste Europeu
innsbruck Leste Europeu na duvida embarque

 

Só pra constar: Salzburg e Innsbruck já não são Leste Europeu, mas foram nossas opções para fechar o roteiro voltando para a Alemanha, de onde saía nosso vôo de Frankfurt para o Rio.

Eu fiquei com muita vontade de fazer um outro roteiro pelo Leste Europeu, incluindo países como Croácia, Eslovênia, Bósnia e Montenegro. Quem sabe no ano que vem…

Se você ainda acha que é cedo para desbravar esse lado da Europa e prefere fazer um roteiro mais tradicional pelo Velho Continente, incluindo cidades mais turísticas, veja as dicas que separamos para você visitar Barcelona, Madri, Roma, Florença, Veneza, Paris (outras cidades da França), Londres, Munique e muito mais… Com certeza alguma dessas cidades vai arrebatar seu coração!

2 comments on “Roteiro de 20 dias pelo Leste Europeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *